AI-5 / Não é só Eduardo Bolsonaro que sonha com nova ditadura no Brasil! Confira...

Política / O filho do presidente não defenderia ditadura se não tivesse o aval do pai e de todo o governo. Além disso, Eduardo sabe também que tem o apoio dos EUA e da burguesia nacional. 

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / As ameaças de Eduardo Bolsonaro de que o governo de seu pai pode instituir um novo AI-5 e reeditar uma ditadura no Brasil deixou muita gente de orelha em pé, principalmente a esquerda. Fato provocou reações também em aliados do próprio governo Bolsonaro, como Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara. 

Mas ninguém deve se iludir: não é só o Eduardo que sonha com um novo regime de terror no País. O governo federal está repleto de militares e civis que não hesitarão em trazer de volta a ditadura e, com ela, todos os seus horrores. Inclusive muitos "democratas" de direita que ora bradam contra — como o próprio Maia — na hora aderem aos chamados dos carniceiros. Continua, após o anúncio.

Governo repleto de ditadores

O governo Bolsonaro está repleto de pessoas que defendem ditadura, a começar pelo próprio presidente, defensor contumaz de tortura e torturadores. Ademais, há nos quadros do atual governo um número significativo de militares, muitos dos quais remanescentes da ditadura que foi derrotada pelo povo brasileiro em 1985. 

Muitos desses homens da caserna nunca se conformaram com o fato de terem perdido o poder. É por isto que Eduardo Bolsonaro se sente à vontade para ir a um programa de TV e fazer apologia de ditadura. Ele não faria isto se não tivesse o aval do pai e de todo um setor que está no governo. Continua, após o anúncio.

Apoio dos EUA e da burguesia nacional

Eduardo Bolsonaro e sua família sabem também que uma nova ditadura terá o amplo apoio dos EUA e da burguesia nacional. Numa conjuntura em que os povos da América Latina se levantam e ameaçam depor governos que aplicam o mesmo programa de morte que Jair Bolsonaro aplica no País, o imperialismo e os muito ricos do Brasil apoiarão qualquer regime de terror para não verem arruinados os seus negócios. 

Numa situação dessas, figuras como Rodrigo Maia & Cia mudam de malas e cuias para os braços dos ditadores, pois em nada divergem deles quanto à questão econômica, algo que ao fim e ao cabo define os rumos de qualquer país. Nesse bolo, entra também toda a mídia comercial burguesa — em particular a Rede Globo — e a quase integralidade de membros de instituições como o Supremo Tribunal Federal. Continua, após o anúncio.

O momento, portanto, é grave e exige muita atenção. Apenas a esquerda e os setores democráticos não alinhados com o bolsonarismo podem evitar uma nova ditadura no Brasil. Ilusões devem ser deixadas de lado e as ruas ocupadas pelo povo.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Política:

Mais recentes do site: