Folha / Redução de salário e jornada de servidor público deve durar todo o mandato de Bolsonaro!

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Economia | Medida pode levar caos ao setor público, em particular a pastas prioritárias como Saúde e Educação.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / O pacotão de medidas contra os serviços públicos enviado esta semana por Bolsonaro ao Congresso prevê redução de 25% nos salários dos servidores públicos com consequente redução proporcional da jornada de trabalho. É a chamada PEC Emergencial e atinge União, estados e municípios. Segundo matéria de hoje (8) da Folha de S.Paulo, medida deve durar no mínimo por todo o mandato do capitão. Continua, após o anúncio.

Efeitos

Diz a Folha:

"Nas medidas de corte, prevê-se que será possível reduzir em até 25% a jornada de trabalho e os salários dos servidores de todos os Poderes. Ficam suspensas as promoções (com exceção daquelas de militares, policiais, juízes e diplomatas). Embora seja necessário de algum modo limitar a despesa com o funcionalismo, esse "algum modo" pode ter consequências sociais sérias. Qual o efeito, por exemplo, de restringir a jornada de profissionais da área de saúde? De professores?"

Caos

A consequência é trágica. Mais caos para os setores mais pobres da população que precisam do setor público.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: