Governo Bolsonaro cria lei para facilitar demissões sem justa causa e estimular o desemprego!

Foto: Agência Brasil.
Foto: Agência Brasil.

Economia / A partir de 1º de janeiro de 2020, patrões poderão demitir livremente sem ter que pagar multa referente ao FGTS para a União.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / O presidente Bolsonaro acaba de criar uma lei — 13.932/2019 —para facilitar demissões sem justa causa e, na prática, estimular o desemprego. A partir de 1º de janeiro de 2020, patrões poderão demitir livremente sem ter que pagar à União a multa de 10% referente ao FGTS. Essa multa inibiu durante anos demissões de milhões de trabalhadores em todo o País. Mais um presentão de Natal do capitão para os grandes capitalistas. Mudança já foi publicada no Diário Oficial e está também na MP do Emprego Verde Amarelo. Continua, após o anúncio.

Leia também:

Mais desemprego à vista

Para muitos especialistas, essa lei criada pelo presidente Bolsonaro na prática vai estimular o desemprego. "Muitas empresas às vezes queriam demitir um trabalhador sem justa causa e se inibiam diante da obrigatoriedade da multa do FGTS. Agora, receberam um incentivo do governo", diz o economista Saulo Costa, do Rio.

Para a advogada pernambucana Ana Silva, medida é um atraso, pois privará a União de mais recursos, o que impacta na manutenção da máquina pública, em particular nos setores sociais. "Lei do presidente transfere dinheiro público para os bolsos dos empresários", pondera.

É mais um absurdo do desgoverno Bolsonaro.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: