Bolsonaro e ministro soltam um amontoado de mentiras ao anunciar piso do magistério!

Educação | O maior reajuste não é este de 2020, 12,84%. O maior reajuste é 22,22%, dado no governo Dilma em 2012.

Live semanal do presidente. Foto/reprodução Facebook.
Live semanal do presidente. Foto/reprodução Facebook.

BLOG DO POVO | Em sua live semanal de ontem (16), o presidente Jair Bolsonaro confirmou o reajuste de 12,84% para o piso do magistério, anunciado aqui no BLOG DO POVO com bastante antecedência. Presidente estava acompanhado de Abraham Weintraub, ministro da Educação. O mínimo da categoria agora é R$ 2.886,24. Percentual e valor são retroativos a primeiro de janeiro. 

Ao anunciar o reajuste, Bolsonaro e seu ministro aproveitaram para soltar um amontoado de mentiras sobre esse piso dos educadores. Confira, após o anúncio.

Leia também:

Mentiras

Abraham Weintraub afirmou e reafirmou, sob as gargalhadas de Bolsonaro, que o reajuste de 12,84% é o maior da história do piso. Mentira. O maior reajuste foi 22,22%, dado no governo Dilma Rousseff (PT) em 2012. Em 2011, Dilma já havia concedido 15,84%. São percentuais portanto bem maiores que os 12,84% deste ano.

Weintraub disse ainda que a correção de 2020 traz o maior ganho real para os educadores, medida a inflação. Mentira também. O ganho real este ano é de 8,36%. Em 2012 foi quase o dobro: 16%. E em 2011 o ganho real foi 9,93%.

Mentiras à parte, agora é lutar para que o piso seja cumprido.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: