Medida de Bolsonaro no INSS revolta concurseiros!

Economia | Em vez de repor através de concurso as 7 mil vagas abertas, o capitão optou por chamar soldados da reserva e pagar mais de R$ 2 mil a cada um para tentar diminuir o caos instalado no órgão.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil.

BLOG DO POVO | "Sinceramente, eu nunca imaginei que Bolsonaro fosse chamar militares da reserva em vez de fazer concurso para o INSS. Uma sacanagem, me perdoem a palavra. Decepção demais." Este é apenas um dos muitos desabafos feitos por concurseiros nas redes sociais. 

Milhares de jovens e pessoas de mais idade estão revoltadas porque o presidente e seu ministro da Economia decidiram convocar soldados que já estavam em casa para tentar contornar o caos instalado no INSS

Os decepcionados e revoltados queriam, de forma correta, concurso público. O capitão, no entanto, optou por fazer mais um agrado a sua base eleitoral, que terá um acréscimo de 30% na remuneração. Estimativa é que cada militar tenha um ganho mensal extra de R$ 2.071,42. Continua, após o anúncio.

Leia também:

Mais de seis mil vagas

Segundo o colunista Bernardo Mello, do Globo (15), em 2019 o INSS perdeu mais de seis mil servidores. Houve uma debandada por conta do terror criado com a reforma da Previdência, destaca. 

O governo Bolsonaro, deliberadamente, decidiu não repor essas mais de seis mil vagas através de concurso público. Por isso hoje o caos se instalou e há, segundo também o colunista do Globo, uma fila de quase dois milhões de brasileiros que buscam, em vão, algum tipo de atendimento nesse órgão.

Graninha extra

Segundo o site Poder 360, a convocação dos militares para o INSS sairá ao preço de  R$ 14,5 milhões por mês. Se for dividido de forma igual, cada soldado receberá uma graninha extra de R$ 2.071 mensais. 

E os concurseiros? Estes ficam mesmo só com a decepção e a revolta.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: