Milícia / Dep do PSL diz que foi ameaçado de morte por assessor de Eduardo Bolsonaro. Confira...

Gerais | O caso é grave é deve provocar ainda mais cisões entre o clã Bolsonaro e o partido que ajudou a eleger o presidente. Polícia Legislativa será acionada.

COMPARTILHE!

Blog do Povo / O clima de milícia está cada mais tenso entre alguns parlamentares do PSL e a família Bolsonaro. Segundo matéria de hoje (26) do Yahoo, "o deputado federal Júnior Bozzella (PSL-SP) registrou um boletim de ocorrência na cidade de Santos (SP) denunciando uma suposta ameaça de morte recebida de Eduardo Guimarães, secretário de gabinete do também deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)." O caso é grave é deve provocar mais cisões entre o clã Bolsonaro e o partido que ajudou a eleger o presidente. Continua, após o anúncio.

Yahoo diz também que "Bozzella é um dos deputados alinhados ao presidente do partido [PSL], Luciano Bivar, na guerra interna contra a família do presidente Jair Bolsonaro e seus mais fiéis apoiadores, entre eles o filho Eduardo, novo líder do partido na Câmara."

Diz ainda a postagem:

"A ameaça em questão teria sido feito por meio do Facebook. O assessor de Eduardo Bolsonaro comentou em uma foto postada por Bozzella na rede social dizendo: 'Fique bem fortinho! Bem fortinho mesmo! Ouvi dizer que um Parlamentar ameaçou outro de morte? Tá sabendo de alguma coisa?? Ou não? #1'". Continua, após o anúncio.

Medo

"À reportagem do UOL, assessores do parlamentar também relataram estar com medo de ameaças ligadas ao grupo bolsonarista que eles chamam de "gabinete do ódio", ala mais radical e fiel ao presidente."

Proteção

"Bozzella pediu proteção à Câmara dos Deputados e deve se encontrar com o presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) na próxima segunda-feira (28) para analisar uma possível intervenção da Polícia Legislativa."

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas de interesse social!

Mais recentes sobre gerais:

Mais recentes do site: