Era só o que faltava | Senado diz que povo é despreparado e não sabe lidar com o próprio dinheiro! Veja...

Senador David Alcolumbre. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados.
Senador David Alcolumbre. Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados.

Categoria: Economia | Era só o que faltava. Matéria publicada hoje (17) no site do Senado diz que população brasileira tem um "despreparo financeiro" ou "analfabetismo financeiro", isto é, não sabe lidar com o próprio dinheiro. Tal quadro, segundo a postagem, é responsável pelo número excessivo de endividados no país. "A cada dez adultos no Brasil, quatro estão inadimplentes, de acordo com a Serasa Experian." Continua, após o anúncio.

Despreparo total

Para o autor ou autores da matéria:

"A pessoa é considerada analfabeta financeira [o brasileiro, no caso] quando não lida com o dinheiro de forma plenamente consciente e racional. Ela, por exemplo, não tem ideia de quanto gasta por mês. Não se preocupa em classificar suas despesas (alimentação, transporte, educação, telefone, lazer) nem em saber o peso que cada categoria tem no orçamento pessoal. Compra por impulso e não reflete se o produto é necessário e urgente."

"O analfabeto financeiro faz parcelamentos ignorando o peso dos juros no preço final. Entra no cheque especial e paga apenas o valor mínimo da fatura do cartão de crédito sem perceber que em ambas as situações está contraindo empréstimo - e empréstimo caro. Deixa o dinheiro parado na conta corrente e não aplica em investimentos. Por vezes, nem sequer poupa. Tais comportamentos estão presentes em todas as classes sociais." Continua, após o anúncio.

A verdade

Embora reconheça que não é apenas esse suposto analfabetismo ou despreparo financeiro que leva milhões de brasileiros ao endividamento crônico e à inadimplência, a matéria contida no site do Senado dá pouquíssimo destaque a isso. O texto não explora de forma aprofundada o fato de que se há muitos endividados no país é porque há muito desemprego, subemprego e uma política de salário mínimo rasteira, algo que o governo Bolsonaro piorou ainda mais com suas medidas de arrocho fiscal.

O Senado precisa esclarecer que o Brasil tem as políticas de juros — sobretudo do cartão de crédito — mais altas do mundo. E precisa dizer também que as tarifas públicas de água e energia estão nas alturas. Isto sem falar na enorme carga tributária embutida nos alimentos e produtos que compõe a cesta básica. Isto é que leva o povo a se desequilibrar do ponto de vista das próprias finanças. E não essa história de "analfabetismo financeiro".

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre dinheiro:

Mais recentes do site: