Desespero | Globo tenta desqualificar denúncias do Intercept e põe Moro e Deltan como vítimas! Veja...

Não adianta a Globo espernear  

Categoria: Política | Imagine uma situação em que um meliante assalte sua casa e você, sem ajuda do Estado, consegue tomar o que o bandido lhe roubou. Vem então o advogado do facínora e diz que você agiu por fora da lei. Um juiz é acionado e manda você pagar uma recompensa ao ladrão.

Pois é isto que a Rede Globo — desesperada — tenta fazer no caso em que o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol foram pegos pelo Intercept Brasil cometendo vários crimes nos porões da Lava-Jato. Para os Marinhos, Moro e Dallagnol é que são as vítimas, pois seus crimes teriam sidos fabricados por um suposto e "criminoso" hacker. Continua, após o anúncio.

Ou seja, na narrativa global, a dupla de Curitiba representa o "injustiçado" ladrão que lhe assaltou. A Globo, o juiz que deu razão ao bandido. E você, o Intercept que praticou a verdade ao recuperar o que era seu, ainda que sem observar o que está estritamente na lei. Você então é que passa a ser o criminoso. E o ladrão, a vítima.

Mesmo que a Globo não queira, Moro e Dallagnol cometeram crimes e têm que pagar por isso!

Essa narrativa  desesperada da Globo e o seu poder de manipulação não conseguirão encobrir que Moro e Dallagnol cometeram vários crimes. O fato de a sujeira ter vindo à tona pelas mãos de um hacker não inocenta o ex-juiz e o procurador. O próprio Sérgio Moro — quando vazou grampos contra a presidenta Dilma — disse que o que interessava no episódio era o teor da conversa gravada, e não o modo como foi obtida.

Pois agora é a mesma coisa. Moro e Dallagnol não negam autoria das mensagens que provam que os dois agiram por fora da lei para prender Lula e praticar vários outros crimes no âmbito da Lava-Jato. Por isso têm que ser punidos, inclusive com cadeia. O desespero da Globo não vai prosperar.

Mais recentes: