Reforma | Após Bolsonaro dizer que poupará policiais, professores devem também fazer pressão! Veja...

Foto: Agência Brasil.
Foto: Agência Brasil.

Professores são muito prejudicados pela reforma

Categoria: Economia | Policiais de todo o país se reuniram para exigir que o presidente Bolsonaro os poupem dos malefícios contidos na reforma da Previdência, seja em relação à idade mínima ou benefício integral. Em coro, chamaram o capitão de traidor.  

Por conta disso, Bolsonaro anunciou pela grande mídia que pode livrar os policiais das draconianas regras que ele mesmo Bolsonaro e seu ministro Paulo Guedes querem impor aos trabalhadores brasileiros. Continua, após anúncio.

Publicidade

Professores 

Após a iniciativa dos policiais, muitos professores têm manifestado nas redes sociais que a categoria deve exigir a mesma coisa. Os docentes, como se sabe, estão entre os mais prejudicados pela tal reforma do governo. 

Pelo projeto de Bolsonaro, uma professora pode ter acréscimo de no mínimo mais dez anos até que chegue à idade de se aposentar. Homens também terão prejuízos significativos quanto ao aumento da idade mínima. Continua, após o anúncio.

40 anos

Um dos pontos mais nocivos aos professores é a exigência de o mínimo de 40 anos de contribuição para quem quiser benefício integral, algo que vale tanto para os professores quanto para as professoras. Para a docente carioca Carmelita Santos, isto é um absurdo. "Quem aguenta 4o anos de sala de aula?", pergunta. Ela conclui: "Vamos também pressionar o governo para engavetar essa reforma."

Mais recentes: