MBL X DSP | Arranca-rabo entre extremistas de direita mostra declínio de Bolsonaro! Veja...

Oportunista, MBL não quer ser associado ao fracasso

Categoria: POLÍTICA | Os resultados das recentes pesquisas que mostram que o presidente Bolsonaro despencou ainda mais em aceitação popular interferiram nos fracassados protestos de apoio ao governo ocorridos ontem, 30. Quando extremistas do Movimento Brasil Livre (MBL) apanham de extremistas do Direita São Paulo (DSP) é porque a coisa não está muito boa para o capitão.

Entenda

Segundo o próprio MBL, no Twitter, um grupo do DSP chegou em frente ao caminhão e agrediu ativistas do movimento no meio de famílias e crianças. A surra na turma do Kim Kataguiri se deu porque o MBL estaria se negando a apoiar abertamente o governo Bolsonaro. Continua, após publicidade.

Publicidade

Não quer ser associado ao fracasso

Ora, por que Kataguiri e sua turma estariam se negando a apoiar abertamente Bolsonaro se fizeram todos os esforços para elegê-lo e estão de acordo com a política econômica do capitão?

A resposta é simples. O MBL não quer se associar de forma explícita a Bolsonaro porque avalia que a tendência é o governo afundar ainda mais em popularidade. Continua, após o anúncio.

Oportunistas

Como Kataguiri e seu MBL são oportunistas, quando o barco do Bolsonaro afundar de vez eles vão dizer que não tiveram nada a ver com os descalabros do governo, seja em relação à política econômica ou à psicopatia do presidente.

Taca

Enquanto isso, Kataguiri e seu grupo vão continuar apanhando do Direita São Paulo e de outros grupos bolsonaristas. O que aliás é muito bem feito.

Mais recentes: