Burro / Bolsonaro caiu na armadilha de Fernández e ajudou a derrotar Macri na Argentina!

Mundo | A patetice e tagarelice de Bolsonaro — usadas de forma esperta por Alberto Fernández — foram cruciais para a derrota de Maurício Macri no país vizinho.

COMPARTILHE!

BLOG DO POVO / Além do desastre econômico do governo Macri e da força histórica do peronismo, um outro fator foi crucial para a vitória de Alberto Fernández e Cristina Kirchner na Argentina; a burrice do presidente Bolsonaro. Ele caiu numa armadilha da dupla vencedora. Veja como, após o anúncio.

Visitas a Lula para provocar o capitão e induzi-lo a dar apoio público a Macri

Durante a campanha eleitoral, Alberto Fernández fez duas visitas a Lula na prisão em Curitiba. Uma em julho e outra em setembro. Além da solidariedade ao petista, Fernández e Cristina queriam provocar Bolsonaro para que ele desse apoio público a Maurício Macri

Bolsonaro caiu como um pateta e começou a dar iradas declarações nas mídias do Brasil e da Argentina no sentido de que derrotaria o peronismo e a esquerda. Essas falas foram bastante usadas pela chapa vencedora. Continua, após o anúncio.

Fernández e Cristina fizeram grande parte do eleitorado argentino crer que as trapalhadas, o ódio e a intolerância de Bolsonaro seriam transportadas para o país vizinho, caso Macri vencesse.

Numa outra linha de intervenção, a dupla vencedora pregou na campanha que adotaria na Argentina um governo voltado para a ampliação de programas sociais e elevação da renda mínima do povo, tal qual Lula fez no Brasil.

Resultado: Macri teve de dar Adeus ao sonho de reeleição. A chapa vencedora obteve quase 50% dos votos válidos. Valeu, Bolsonaro, dizem agora os peronistas.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas de interesse social!

Mais recentes sobre Mundo:

Mais recentes do site: