STF | Ex-ministro que apareceu para defender Moro já foi intimado pela PF e disse que Aécio é correto! Veja...

Escalação de Velloso é desespero do ex-juiz

Categoria: Política | Carlos Velloso — ex-ministro do STF — apareceu do nada para defender Sérgio Moro e os crimes cometido pelo ex-juiz no âmbito da Lava-Jato. Em entrevista hoje (16) a O Globo, Velloso diz que as mensagens relativas a Moro e Lava-Jato foram colhidas de maneira ilícita pelo The Intercept Brasil e, por isso, não têm valor. Em linhas gerais, parabenizou o atual ministro da Justiça por sua atuação criminosa.

Intimado pela Polícia Federal

Não é estranho que o ex-ministro aposentado esteja agora a defender as práticas nada republicanas de Sérgio Moro, na contramão da OAB, de renomados juristas nacionais e estrangeiros e até de jornalistas que assinam no próprio O Globo. Continua, após o anúncio.

Em 2008 — segundo matéria (10.03.2016) de Luis Nassif no GGNVelloso foi intimado pela Polícia Federal para depor em inquérito da Operação Pasárgada e disse que só iria no horário e local que ele mesmo definisse. 

Advogado do Mineirinho

Carlos Velloso é também defensor de Aécio Neves, o popular 'Mineirinho'. De acordo com matéria da Folha de S.Paulo (17.02.2017), o ex-ministro "defende [como advogado] o tucano em duas investigações no Supremo Tribunal Federal."

Diz ainda a Folha nesse mesmo dia que:

 "Aécio foi acusado pelo ex-senador Delcídio do Amaral, em delação premiada, de ter maquiado dados na CPI dos Correios e de receber propina em esquema de corrupção em Furnas." Continua, após o anúncio.

"Foi Velloso também quem assinou um parecer em defesa de seu cliente no caso do aeroporto de Cláudio (MG), revelado pela Folha em 2014. No documento, o ex-ministro afirmou que o procedimento adotado por Aécio foi "correto". 

Ora, quem acha que Aécio Neves adota procedimentos "corretos" não pode condenar Sérgio Moro. Está explicado, então.

Mais recentes: