Novo escândalo | Em troca de dinheiro, Deltan poupou multimilionária de denúncia na Lava Jato! Veja...

Deltan, o falso pastor e o submundo da Lava Jato. Foto: reprodução. Arte: Gazeta do Povão.
Deltan, o falso pastor e o submundo da Lava Jato. Foto: reprodução. Arte: Gazeta do Povão.

Deltan Dallagnol é um inescrupuloso. Por dinheiro, já provou que é capaz de qualquer coisa.

Categoria: MOROGATE | Novas mensagens liberadas hoje (2) pelo The Intercept e expostas pelo site Agência Pública mostram Deltan Dallagnol — chefe da Lava Jato — mais uma vez envolto em atividades suspeitas e nada republicanas. O coordenador da força-tarefa captou dinheiro de empresários para uma entidade que apadrinha, o Institute Mude, órgão demagógico que diz combater a corrupção. Em um dos casos, poupou a advogada e empresária multimilionária Patrícia Tendrich Pires Coelho de denúncia na operação. Ela deu dinheiro ao tal instituto e, por dinheiro, Deltan já provou que faz qualquer coisa. 

Relata o Agência Pública:

Apesar de saber que a empresa de Patrícia, a Asgaard Navegação S. A., fornecia navios para a Petrobras e ter conhecimento de sua proximidade com o empresário Eike Batista e com o banqueiro André Esteves, fundador do BTG Pactual — dois alvos da força-tarefa coordenada por Dallagnol —, o procurador não só aceitou a sua ajuda financeira como fez a ponte da empresária com os membros oficiais do instituto e se reuniu com ela para tratar da doação. Continua, após o anúncio.

Em um diálogo com a integrante do Mude, Patrícia Fehrmann, em 29 de junho de 2016, Deltan diz que conheceu Patrícia Coelho em uma viagem - ele não diz para onde - no dia anterior à conversa: "Caramba. Essa viagem de ontem foi de Deus. Além dela, estava um deputado federal que se comprometeu a apoiar rs", escreveu, não revelando quem seria o parlamentar a apoiar a entidade que se define como "apartidária".

Mais recentes: