Fechou | Deltan afunda no submundo da Lava Jato, fala até em 'peido' e CNMP pode puni-lo esta semana! Veja...

Dallagnol não escapará de punição. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Dallagnol não escapará de punição. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Novas mensagens mostram o procurador conspirando novamente.

Categoria: MOROGATE | Novas mensagens liberadas hoje (12) pelo The Intercept mostram Deltan Dallagnol conspirando novamente contra ministros do STF e usando os movimentos Vem Pra Rua e Mude para pressionar o Supremo e o governo. Na pressa para veicular seus desejos criminosos, Deltan fala até em 'peido' quando, ao que parece, queria falar em 'pedido'. Concretamente o caso se agravou para ele e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) pode puni-lo ainda esta semana.  Continua, após o anúncio.

Surdina

Sobre os novos escândalos, diz o The Intercep que, "atuando nos bastidores dos grupos [Vem Pra Rua e Mude] e insuflando-os a pressionar o STF, Dallagnol estimulou a rejeição dos nomes de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e do atual presidente da Corte, Dias Toffoli, para a relatoria das ações da operação [Lava jato]. Os diálogos mostram ainda que o procurador articulou ações para constranger ou pressionar ministros nos julgamentos que discutiram a prisão em segunda instância."

"Peido"

Num dos trechos das mensagens em que conversa com Ana Carolina Resende, ex-integrante da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República, Dallagnol diz: "Foi o tom do meu último peido." Na verdade, como explica o The Intercept, Deltan quis dizer 'pedido' que fizera secreta e ilegalmente ao ministro Barroso para que ele integrasse a relatoria da Lava Jato após Teori Zavascki ter morrido. Nos diálogos, Deltan deixa claro que não confia nos outros ministros. E a vontade de cometer ilícitos é tamanha que sequer percebe erros chulos de digitação. Na verdade, ele caga no devido processo legal. Continua, após o anúncio.

Punição

Por conta dessa sua atuação criminosa, matérias da grande mídia dizem que ele dificilmente escapará de punição. Sobre isso, O Globo revela hoje (12) que o procurador será alvo esta semana do CNMP em dois processos e que, um deles, apresentado pelo presidente do STF Dias Toffoli, pode já resultar em punição. Continua, após o anúncio.

Mais processos

O Globo diz também que:

"A lista de processos pode aumentar caso alguns conselheiros solicitem a revisão do arquivamento de uma representação feita em junho, após as primeiras reportagens sobre Dallagnol. A tendência é que o pedido seja feito, mas ainda é incerto se haverá tempo para julgá-lo. Em junho, o corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, arquivou a representação. Mas o clima hoje é outro. Uma inação do CNMP agora pode levar o STF a medidas mais drásticas."

Mais recentes: