Docentes podem cobrar com correção reajustes não pagos do piso do magistério!

Educação | Percentual que pode ser conquistado é superior a 42%.

Imagem: aplicativo Canva.
Imagem: aplicativo Canva.

BLOG DO POVO | Desde que foi criada em 2008, no governo Lula, lei do piso do magistério possibilitou reajustes que somam 117, 41%. Prefeitos e governadores, no entanto, deixaram de cumprir grande parte do estabelecido ou até mesmo sua totalidade, o que trouxe muito prejuízo financeiro para os educadores. Saída para amenizar a situação e recorrer à Justiça e cobrar com correção os últimos cinco anos não pagos, conforme veremos após o anúncio.

Leia também:

Cobrar na Justiça

Para recorrer ao Poder Judiciário, o primeiro passo é procurar o sindicato ou advogado particular para checar o que deixou de ser pago ou foi cumprido apenas parcialmente. Os percentuais dos últimos cinco anos são:

  • 2015 - 13,01
  • 2016 - 11,36
  • 2017 - 7,64
  • 2018 - 6,81
  • 2019 - 4,17
  • TOTAL: 42,36

O que não pode mais ser cobrado judicialmente

  • 2010 - 7,86
  • 2011 - 15.85
  • 2012 - 22,22
  • 2013 - 7,97
  • 2014 - 8,32
  • TOTAL: 62,22

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: