Aborto é questão de saúde pública e deve ser legalizado, diz presidente eleito da Argentina!

Mundo / Legalização será tema de um dos primeiros projetos de lei que Alberto Fernández deve enviar ao Parlamento.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / Alberto Fernández — presidente eleito da Argentina — deve enviar ao Parlamento um projeto para legalizar o aborto. Informação foi dada pelo próprio Fernández durante entrevista ao jornal do seu país Página 12. Continua, após o anúncio.

De acordo com matéria do site da revista Carta Capital, "ele afirma ter sido comovido com o teor do livro "Somos Belén", da escritora Ana Correa, que narra a história de uma jovem presa após sofrer um aborto espontâneo."

"Não podemos seguir condenando mulheres como ela, que nem sabia sobre sua gravidez. Como podemos viver nessa sociedade? Como podemos ver isso e não reagir?", questionou. "Será enviado um projeto de lei pelo presidente, assim que chegarmos."

2018

Diz ainda a Carta Capital: "O Parlamento argentino já discutiu a legalização do aborto em 2018. Sob protestos de movimentos feministas, o então presidente Maurício Macri permitiu a análise de um projeto de descriminalização do aborto até a 14ª semana de gestação. No entanto, a iniciativa foi rejeitada no Senado, apesar de aprovada na Câmara." 

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Mundo:

Mais recentes do site: