Folha apresenta falsa saída para derrotar o monstro que ela própria ajudou a eleger!

Foto: Agência Brasil. Efeito em preto e branco: BLOG DO POVO.
Foto: Agência Brasil. Efeito em preto e branco: BLOG DO POVO.

Política / Bolsonaro só será derrotado quando as massas saírem às ruas para destituí-lo do cargo. Todo o resto é retórica hipócrita e tardia do jornalão que ajudou a alçar o monstro ao poder.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / Os donos da Folha de S.Paulo mostram insatisfação com o presidente Jair Bolsonaro. É isto o que está bem claro no "duro" editorial (Fantasia de imperador) publicado ontem, 29. Após o capitão excluir o jornalão de licitação da Presidência para assinatura de jornais, a família Frias apresenta uma falsa saída para derrotar o monstro que ajudou a eleger. Continua, após o anúncio. 

"Terá de ser contido"

Revoltados com a boquinha perdida, os donos da Folha disparam sobre Bolsonaro:

"Trata-se de uma personalidade que combina leviandade e autoritarismo."

"Será preciso então que as regras do Estado democrático de Direito lhe sejam impingidas de fora para dentro, como os limites que se dão a uma criança. Porque ele não se contém, terá de ser contido — pelas instituições da República, pelo sistema de freios e contrapesos que, até agora, tem funcionado na jovem democracia brasileira."

Falsa saída

A raivinha dos Frias chega até a comover os mais sensíveis. Mas a saída que apontam para derrotar Bolsonaro é totalmente falsa. Essas mesmas "instituições republicanas" que agora a Folha quer usar para conter o capitão são as mesmas com as quais ela Folha se acoloiou para levá-lo ao poder.

Bolsonaro só será derrotado quando as massas saírem às ruas para destituí-lo do cargo. Todo o resto é retórica hipócrita e arrependimento tardio do jornalão.

"Aparentemente digo que não (Bolsonaro não está com medo do Lula). Ele só pediu o excludente de ilicitude. Não está com medo nenhum, coloca um excludente de ilicitude. Vam'bora", disse o ministro. 

Vá embora, Guedes. E leve o Bolsonaro junto.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Política:

Mais recentes do site: