Suspeita / Promotora bolsonarista não tem isenção para investigar o caso Marielle, diz Freixo! Confira...

Política / "Todo promotor, por mais que tenha seu direito político válido, precisa cuidar sempre da sua imagem pública, pela natureza da função que exerce."  

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) quer o afastamento da promotora Carmem Eliza Bastos de Carvalho da equipe que investiga os assassinatos da ex-vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Carmen é do Ministério Público do Rio e bolsonarista. Nas redes sociais, há fotos suas usando camisa de campanha de Jair Bolsonaro e abraçada ao deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL), conhecido por quebrar uma placa de rua em homenagem à ex-vereadora do PSOL"Diante disso, ela não tem isenção para ficar no caso", defende o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), segundo matéria do UOL. Continua, após o anúncio.

Freixo diz ainda que:

"Todo promotor, por mais que tenha seu direito político válido, precisa cuidar sempre da sua imagem pública, pela natureza da função que exerce", afirma Freixo. "Diante de um caso como esse, que é um assassinato político, ela se coloca num lugar indevido. O chefe do Ministério Público do Rio tem que se pronunciar".

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Política:

Mais recentes do site: