Quando diz que Bolsonaro se afastou do combate à corrupção, general está sendo ingênuo ou cínico?

Política | Santos Cruz não sabia que em 28 anos de mandato Bolsonaro nunca apresentou um projeto sequer de combate à corrupção? E das milícias, ele também não sabia?

Imagem: Aplicativo Canva.
Imagem: Aplicativo Canva.

BLOG DO POVO | Em entrevista publicada no Estadão (6), o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz comentou a respeito do presidente Bolsonaro:

"O combate à corrupção, que foi o carro-chefe, digamos assim, junto com o antipetismo, o combate à corrupção não ficou tão caracterizado e acho até que em alguns pontos se afastou, se afastou disso aí. E isso aí eu acho que trouxe desilusão para muita gente." Santos Cruz é também ex-ministro do capitão e atuou na Secretaria de Governo. Após o anúncio, algumas indagações sobre essa incrível fala do general.

Leia também:

O general está desiludido?

A fala do general Santos Cruz denota que ele acreditava, ingenuamente, que Jair Bolsonaro iria combater a corrupção no governo. E, mais além, mostra que o general acreditava também que o capitão já fazia esse combate antes de se eleger para o cargo mais importante do País.

Pergunta-se:

Será que Santos Cruz não sabia que em 28 anos de mandato como deputado federal o senhor Jair Bolsonaro nunca apresentou sequer um projeto de combate à corrupção?

E das milícias com quem Bolsonaro e sua família sempre andaram, o general também não sabia?

A "desilusão" do general é só motivo mesmo de sua aparente ingenuidade ou ele está apenas sendo cínico?

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Política:

Mais recentes do site: