Edital suspeito de R$ 3 bilhões no MEC está abafado desde setembro!

Educação | Transação envolveria  a compra de 1,3 milhão de computadores, laptops e notebooks.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

BLOG DO POVO | O experiente jornalista Elio Gaspari diz em sua coluna de hoje (5) no Globo que assunto envolvendo um edital suspeito de R$ 3 bilhões orquestrado no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao MEC, está abafado desde setembro de 2019. 

Segundo informa Gaspari, o FNDE lançou o edital para a compra de 1,3 milhão de computadores, laptops e notebooks destinados à rede pública de ensino. Detalhe: a apenas uma das escolas seriam destinados 30 mil laptops, 117 para cada um de seus 255 alunos. Continua, após o anúncio.

Leia também:

Números da loja de chocolates não batem e Flávio Bolsonaro está à beira de um ataque de nervos!

Queiroz pegou R$ 2 milhões e loja de chocolates de Flávio servia para lavar dinheiro ilegalmente, diz MP!

Diz Gaspari

"Na sua primeira gestão bolsonariana, o FNDE publicou um edital para a compra de 1,3 milhão de computadores, laptops e notebooks destinados à rede pública de ensino. Coisa de R$ 3 bilhões. Entre agosto e a segunda metade de setembro, a Controladoria Geral da União achou maluquices e sinais de direcionamento no edital. Uma escola de Minas Gerais receberia 30 mil laptops (117 para cada um de seus 255 alunos).

"Numa atitude tão esquisita quanto a concepção do edital, passaram-se quatro meses e não se falou mais no assunto. Um governo que pretende combater a corrupção precisa perguntar quem botou aquele jabuti na árvore."

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: