Medida do governo afrouxa fiscalização em instituições privadas de ensino superior!

Educação Medida tende a piorar ainda mais a qualidade do ensino superior pago no Brasil.

Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto: Agência Brasil.
Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto: Agência Brasil.

BLOG DO POVO | O governo Bolsonaro, através do Ministério da Educação, quer afrouxar a fiscalização nas universidades privadas, sob o velho pretexto de desburocratizar o setor. Segundo matéria no site do MEC (2), a ideia é fazer uma autorregulação do ensino superior pago. 

Em outras palavras, as próprias instituições é que vão se responsabilizar pelo controle de si mesmas. Algo assim como o acusado de um crime se responsabilizar por seu próprio julgamento. Tendência é piorar ainda mais o ensino superior pago no Brasil. Continua, após o anúncio.

Leia também:

Edital suspeito de R$ 3 bilhões no MEC está abafado desde setembro!

Novas ideias de livros didáticos sem muita escrita são apresentadas a Bolsonaro!

Governo aplica R$ 60 milhões em um colégio militar para 360 alunos! Paredes de ouro?

Frouxidão

Sobre a frouxidão que o governo Bolsonaro quer impor no controle das universidades pagas, o economista Ricardo Braga, chefe da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), diz no portal do MEC:

"Para 2020, a autorregulação [das instituições de ensino privadas] deve ser um dos principais tópicos. Nós vamos trabalhar em cima de benchmarks [busca das melhores práticas] para trazer sugestões e ver como se organiza ou pode estar organizada a regulação em outros países."

"2020 será um ano de nos debruçarmos sobre os fluxos que passam pelas três diretorias [da secretaria], responsáveis por regular, fiscalizar e determinar políticas regulatórias. Existe um fluxo muito grande, foram editadas muitas portarias ao longo dos anos. Isso tem gerado uma morosidade nos processos de fiscalização e regulação."

"Nossa ideia é trabalhar em uma simplificação, um estudo de todas essas portarias que foram editadas nos últimos anos, para resultar em um processo mais simples de fiscalização e de regulação do setor de ensino superior privado."

Diploma Digital

O secretário falou também sobre o Diploma Digital, criado recentemente pelo MEC. Sobre isso, destacou que trará uma enorme economia para os donos das instituições de ensino pago. O Diploma Digital substitui o modelo tradicional de papel, trabalhado em material para duração de longo prazo.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: