Para favorecer empresários, governo anuncia novo imposto sobre transações via internet!

COMPARTILHE!

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

Economia / Medida visa compensar dispensa de tributos ao setor privado.

BlOG DO POVO / Quem fizer transações financeiras via celular ou computador deverá pagar novo imposto. Medida foi anunciada pelo ministro Paulo Guedes e, segundo matéria de hoje (19) do Globo. visa compensar dispensa de impostos a empresários. Ou seja, governo quer tirar dos pobres para dar aos ricos. Continua, após o anúncio.

Leia também:

"Justificativa"

Segundo ainda a matéria do Globo, Paulo Guedes deu a seguinte "justificativa" para a criação do novo imposto:

"— O Brasil, daqui a um ano, vai poder fazer uma porção de pagamentos com o celular. Você nem vai passar mais em banco. Vai pegar o seu celular e encostar no do outro cara e transferir dinheiro de um para o outro. Como é que você vai tributar essa transação digital? Tem que ter algum imposto que tribute essa transação digital. Então, nós estamos procurando essa base ‑ comentou Guedes, durante entrevista à imprensa nesta quarta-feira, em que a equipe econômica fez um balanço do ano e projetou metas para 2020."

"O ministro destaca [também] que o novo imposto é diferente porque envolve inclusive transações feitas sem a intermediação de instituições bancárias." 

Nova CPMF

"Para o economista-chefe da MB Associados, Sergio Vale, a ideia apresentada por Guedes apenas moderniza o meio sobre o qual será cobrado um imposto que, há duas décadas, nasceu como um tributo sobre o uso de cheques." 

Ou seja, Guedes quer reeditar a antiga CPMF.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: