Chateado com críticas, ministro estaria ameaçando novamente ir embora do Brasil!

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

Economia | Além da chuva de críticas após defender volta da ditadura e do AI-5, Paulo Guedes está também muito frustrado por outras questões ligadas a sua pasta.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / Segundo se comenta nos bastidores de Brasília, o ministro Paulo Guedes estaria muito chateado com as críticas que recebeu após defender volta da ditadura e do AI-5. Por isso, estaria até mesmo ameaçando ir embora do Brasil. Colunista político da Veja o chamou, com outras palavras, de 'sem noção', e Rodrigo Maia — presidente da Câmara —, declarou que "referências sucessivas ao AI-5 causam insegurança na sociedade e em investidores." Já o ministro do STF Ricardo Lewandowski, por conta desse tipo de discurso feito pelo ministro, falou até em impeachment de Bolsonaro. Continua, após o anúncio.

Leia também:

Outras frustrações

Pelas redes sociais, choveram também muitas críticas ao homem que comanda a economia do País. Devido ao clima ruim, Guedes estariam ameaçando novamente ir embora do Brasil, tal como já fizera em maio, quando achou que a reforma da Previdência não fosse passar. Além das críticas, Paulo Guedes se sente também muito frustrado por outras questões, conforme veremos mais abaixo.

Leia também:

Insatisfação não é de agora

A insatisfação de Paulo Guedes, contudo, não é apenas porque foi criticado por suas absurdas declarações mais recentes. O homem forte do ministério da Economia não esconde sua frustração também porque a reforma da Previdência não foi aprovada do jeito que ele queria. Guedes é defensor ferrenho do sistema de capitalização — modelo falido do Chile —, algo que o Congresso Nacional rejeitou. O ministro também se sentiu contrariado porque o próprio presidente Bolsonaro mandou adiar a Reforma Administrativa, que prevê a quebra da estabilidade dos servidores públicos, uma das políticas que Guedes considera mais importantes para o "desenvolvimento" do País.

Caso queira ir embora, já vai tarde. O povo agradece.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: