Janaína Paschoal confirma que Flávio Bolsonaro cometeu peculato. Pena: 2 a 12 anos de cadeia e multa!

COMPARTILHE!

Imagens: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
Imagens: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.

Bozos / "Flávio [Bolsonaro] cometeu peculato e utilizou funcionários para desviar dinheiro público, diz a deputada e jurista."

BLOG DO POVO / A deputada e jurista Janaina Paschoal (PSL-SP) foi direta ao ser indagada pelo Estadão (26) sobre o caso das denúncias contra o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Ela declarou: "Flávio Bolsonaro cometeu peculato e utilizou funcionários para desviar dinheiro público."

Sobre o grave crime de peculato, o Artigo 312 do Código Penal Brasileiro reza o seguinte:

Art. 312 - Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio: 

Pena - reclusão, de dois a doze anos, e multa.

Continua, após o anúncio.

Disse Janaina, no Estadão:

"Ao que tudo indica, infelizmente, o Flávio [Bolsonaro] cometeu peculato e utilizou funcionários para desviar dinheiro público. Tecnicamente falando, não vejo a lavagem (de dinheiro), mas o peculato vejo. E ele tem que responder."

Flávio Bolsonaro tenta fugir

Flávio Bolsonaro, filho do presidente Bolsonaro, tenta a todo custo fugir das investigações e implora a todo momento ao STF que suspenda o processo. Com isso, mostra que tem de fato culpa no cartório. Até a Janaina Paschoal, aliada do presidente Bolsonaro, já compreendeu e aceitou.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Bozos:

Mais recentes do site: