Fato | Entenda por que o ex-presidente Lula não aceita ir para casa no regime semiaberto!

COMPARTILHE!

Ex-presidente Lula e o dilema sobre aceitar ou não semiaberto quando todos sabem que é inocente. Foto: José Cruz/Agência Brasil.
Ex-presidente Lula e o dilema sobre aceitar ou não semiaberto quando todos sabem que é inocente. Foto: José Cruz/Agência Brasil.

Categoria: Lula | No dia 7 de abril de 2018 Lula concordou em se entregar pacificamente à Polícia Federal e ir para Curitiba cumprir uma injusta pena por crimes que jamais cometera. Antes, uma multidão de apoiadores se aglutinou em torno do líder no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo. A massa pedia para Lula resistir e não se entregar. Um setor minoritário, movido por opiniões de advogados, convenceu o petista a aceitar ir para a prisão. Continua, após o anúncio.

Lula confessou o motivo

Na entrevista que deu ao El País e à Folha de S.Paulo em 26 de abril deste ano, Lula confessou o real motivo pelo qual aceitou se entregar à polícia. Indagado pela jornalista Mônica Bergamo sobre o assunto, o petista disse que só concordou porque foi convencido pelos advogados de que sua candidatura a presidente seria homologada pelo TSE. Isto, naturalmente, seria o passaporte para sua liberdade imediata. A previsão dos juristas, no entanto, não se confirmou, e o petista já está há quase um ano e meio na cadeia.

Dilema do semiaberto

Novo dilema surgiu nos últimos dias sobre a prisão de Lula, após o maior líder popular do país adquirir o direito de cumprir sua pena em regime semiaberto, algo alardeado de forma estranha até pelos carrascos da Lava Jato que o mandaram prender injustamente. 

Muitos seguidores do ex-presidente argumentam que ele deve aceitar o semiaberto, pois isto seria um "avanço" em relação ao seu estado atual. Outros apoiadores, contudo, pensam diferente. O próprio Lula já se manifestou favorável a este segundo entendimento, isto é, não aceitar o regime semiaberto e lutar para que sua inocência seja 100% reconhecida. Continua, após o anúncio.

Alerta

Aos bem intencionados — mas incautos — que defendem que Lula aceite de forma precipitada o regime semiaberto como algo positivo, vale algumas reflexões:

  • Lula usará tornozeleira eletrônica e terá que dormir à noite em um presídio?
  • No caso de ter que dormir em presídio e passar o dia fora, em que cidade ficaria, uma vez que é de São Paulo?
  • E o presídio? Teria as mesmas condições de segurança e higiene do que ora ocupa em Curitiba? Ou Lula poderia ser mandado para uma cela comum, como quer a própria Lava Jato e o governador Doria?
  • E a tornozeleira — que ele próprio já disse várias vezes que não aceita usar?
  • Por fim, caso esses impasses surjam, isto não seria mais uma artimanha para desviar a atenção do STF e não discutir a inocência do ex-presidente, empurrando assim o seu calvário para mais tempo?

Nessa história toda, só o ex-presidente poderá tomar a melhor decisão. Advogados, embora muito necessários, nem sempre são os melhores conselheiros.

Mais recentes sobre Lula:

Mais recentes do site: