A partir de hoje, luta no Brasil é para não morrer antes de se aposentar, algo que se tornou muito difícil!

COMPARTILHE!

Imagem criada com o aplicativo Canva.
Imagem criada com o aplicativo Canva.

Economia / Regras draconianas impedirão milhões de alcançar aposentadoria.

BlOG DO POVO / A partir deste 1º de janeiro, trabalhadores terão que enfrentar na prática novas e duras exigências para alcançar a aposentadoria. Devido às regras draconianas impostas pelo governo Bolsonaro, milhões morrerão pelo caminho e não conseguirão se aposentar. É para isto que a reforma foi feita: para que a maioria do povo morra antes de ir para casa e o dinheiro fique para os bancos, uma vez que pensionistas praticamente vão também desaparecer. Continua, após o anúncio

Leia também:

Exigências

O texto aprovado no Congresso e sancionado pelo presidente Bolsonaro cria um amontoado de exigências para quem quiser se aposentar. Além da idade mínima de 62 anos para as mulheres e 65 para os homens, o tempo de contribuição cresceu tanto que é será preciso 40 anos pagando a previdência para alcançar aposentadoria integral.

Transição

Para quem já está no mercado de trabalho a coisa também ficou muito feia. Há pedágio de 50%, 100%, idade mínima progressiva, idade mínima na aposentadoria por idade e outros mecanismos para ferrar o trabalhador. Cada caso é um caso e a pessoa só saberá no inferno que se meteu quando achar que chegou a hora de encerrar os trabalhos..

Alíquotas

Além de todas as draconianas regras criadas, o trabalhador terá que contribuir mais todo mês. Alíquotas chegam a 14%.

Exceção

Enquanto botou sem cuspe no traseiro do trabalhador, presidente Bolsonaro poupou os militares. Em vez de reforma, Forças Armamdas ganharam foi um gracioso Plano de Cargos e Salários, com aumento de remuneração já a partir de 1º de janeiro e criação de incontáveis regalias. Leia AQUI.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Economia:

Mais recentes do site: