Medo da greve faz prefeito anunciar reajuste de 12,84% para os professores!

Educação | O piso é lei tornada constitucional pelo STF. Não tem como deixar de cumprir em todos os estados e municípios brasileiros.

Imagem ilustrativa: arquivos Webnode.
Imagem ilustrativa: arquivos Webnode.

BLOG DO POVO | O reajuste do magistério foi anunciado ontem oficialmente pelo presidente Bolsonaro, conforme tínhamos antecipado AQUI. Por receio de greve na Rede Municipal de Teresina, o prefeito Firmino Filho (PSDB) se antecipou e já autorizou hoje (17) os 12,84% da atualização. Informação sobre isso está no site Dever de Classe. Veja, após o anúncio. 

Leia também:

Autorização

Diz o DEVER DE CLASSE:

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) "já se reuniu com o secretário de Finanças, Francisco Canindé, e pediu um estudo sobre o impacto do reajuste nas contas municipais — mas já autorizando o pagamento." Leia matéria completa AQUI.

O piso é lei tornada constitucional pelo STF. Não tem como deixar de cumprir em todos os estados e municípios brasileiros. Exemplo de Teresina terá que ser seguido país afora.

Sindicato divulgou tabela e cogitou parar

O Sindicato dos Servidores Municipais de Teresina (Sindserm-Te) é um dos mais organizados do País e tem um longo histórico de lutas na capital do Piauí. Direção já divulgou inclusive a nova tabela salarial e cogitou parar, caso o prefeito não anunciasse o cumprimento do reajuste.

Em 2012, após mais de dois meses de greve, entidade conseguiu arrancar 24% de aumento para os educadores. 

Prefeito atual não quer enfrentar esse tipo de situação. Foi melhor mesmo para ele anunciar o reajuste.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: