Milhões de brasileiros têm dinheiro para resgatar em 2020! Saiba como agir para receber...

COMPARTILHE!

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Dinheiro / Dados são da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Justiça e outras instituições. Trabalhadores privados e públicos têm direito.

BlOG DO POVO / Milhões de brasileiros têm dinheiro para resgatar em instituições financeiras como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Grana que está guardada à espera de que seja solicitada pertence a trabalhadores públicos e privados de todo o País, aposentados ou da ativa. Dados, segundo matéria da Folha de S.Paulo (29), são de órgãos como Febraban (Federação Brasileira de Bancos), CVM (Comissão de Valores Mobiliários), BB, Caixa, TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e reportagem da própria Folha. Você ou um parente seu pode ter direito. Após o anúncio, veja o que pode ser cobrado e como agir para receber.

Leia também:

O que pode ser cobrado:

Matéria da Folha lista os seguintes benefícios:

  • Resquícios do FGTS, cotas do PIS/Pasep ou poupanças dos planos econômicos dos anos 1990. Pis/Pasep e poupanças dos planos econômicos dos anos 1990 beneficiam os setores público e privado.
  • Atrasados antigos na Justiça Federal, no caso dos aposentados do INSS.

Planos contemplados:

Bresser
Referente ao mês de junho de 1987 para crédito em julho de 1987
Apenas para contas com aniversário na primeira quinzena.

VERÃO
Referente ao mês de janeiro de 1989 para crédito em fevereiro de 1989
Apenas para contas com aniversário na primeira quinzena.

COLLOR 2
Referente ao mês de janeiro de 1991 para crédito em fevereiro de 1991
Com exceção das contas com aniversário nos dias 1º e 2.

Além desses, há ainda o Fundo 157, que envolve:

  • Contribuintes que investiram parcelas do Imposto de Renda entre 1967 e 1983.

Como agir para receber:

Você mesmo pode fazer, com seu CPF, uma pesquisa pela internet em sites do Banco do Brasil, Caixa ou outros ligados ao governo federal. Mas a melhor e mais segura opção é procurar ajuda de um advogado especializado em causas trabalhistas ou de sindicato da categoria a que pertence.

Com informações de: Folha de S.Paulo, 29/12/2019

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Dinheiro:

Mais recentes do site: