Para Paulo Guedes, servidor é igual vagabundo que chega e sai do trabalho na hora que quer!

Foto: Agência Brasil.
Foto: Agência Brasil.

Economia / Esse tipo de comportamento apontado pelo ministro só é comum nos protegidos por governos como o que ele próprio compõe.

COMPARTILHE!

BlOG DO POVO / O preconceito do ministro Paulo Guedes contra os servidores públicos continua a todo vapor. Em matéria do Globo (9), ele coloca o funcionário como uma espécie de vagabundo que chega e sai do trabalho na hora que quer. Para o homem forte de Bolsonaro, isto ocorre porque o servidor tem estabilidade e não pode ser demitido. Continua, após o anúncio. 

Leia também:

Chega e sai na hora que quiser

Diz o ministro:

"A pessoa entra, fez o concurso, passou, tem um ano de profissão, e já tem essa estabilidade? E se for um mau servidor? E se logo depois de fazer a prova ficar seis anos chegando tarde, saindo cedo, usando justamente dessa indemissibilidade. Já que você não é demissível, pode chegar hora que quiser, sair a hora que quiser, fazer o que quiser..." 

Esse tipo de comportamento apontado pelo ministro só é comum nos protegidos por governos como o que ele próprio compõe.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre notícias gerais:

Mais recentes do site: