Perseguição a Glenn Greenwald faz imagem do Brasil piorar bastante no exterior! 

Mundo | Revista americana diz que ação contra jornalista é "ataque hediondo à liberdade de proteção da imprensa."

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil.
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil.

BLOG DO POVO | A perseguição ao jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept, ajudou a desgastar ainda mais a imagem do Brasil no exterior. Glenn é alvo da sanha persecutória do procurador da República Wellington Divino de Oliveira, que o denunciou de forma infundada em caso que envolve mensagens vazadas do celular do ministro Sérgio Moro e outras "autoridades". 

Editoral da revista americana "Columbia Journalism Review" diz que a ação contra o jornalista é um "ataque hediondo à liberdade de proteção da imprensa, algo que jornalistas e qualquer um a favor da liberdade de expressão deveriam batalhar contra." Continua, após o anúncio

Leia também:

Mais prejuízos à imagem do País

O jornal New York Times, dos EUA, também condenou a ação contra Glenn Greenwald. Em editorial, o diário definiu a acusação contra Glenn, segundo O Globo, como um caso em que "se atira no mensageiro e se ignora a mensagem"

Para o jornal, "ataques à imprensa livre se tornaram 'um alicerce para a nova geração de líderes intolerantes no Brasil, assim como nos EUA e em outras partes do mundo'".

Após perseguição, Glenn Greenwald está sendo comparado ao australiano Julian Assange, fundador do WikiLeaks, site que publicou documentos vazados do governo dos EUA. Assange está preso injustamente em Londres desde abril do ano passado.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Mundo:

Mais recentes do site: