Depois do trabalho aos domingos para os professores, "Bolsonaro estuda acabar feriadões"!

Foto: arquivo Webnode
Foto: arquivo Webnode

Gerais | O presidente quer passar para a História como o homem que mais perseguiu os direitos do povo.

COMPARTILHE!

BLOG DO POVO / O presidente Bolsonaro não está mesmo para brincadeira, pelo menos no que se refere a perseguir os direitos da maioria da população. Após criar Medida Provisória que permite a convocação de professores para trabalhar até aos domingos, e os bancários para cumprir jornada diária também aos sábados, ele agora estuda — segundo o consagrado jornalista paranaense Esmael Morais — acabar os feriadões nacionais. Continua, após o anúncio.

Diz o jornalista em seu Blog do Esmael:

"O presidente Jair Bolsonaro (PSL), após eliminar o horário de verão, encomendou um estudo para proibir no País os "excessivos" feriados nacionais." 

Esmael elencou em seguida os feriados de 2020. 

Quais podem estar na alça de mira do capitão?

  • Ano Novo (1/1/20, quarta-feira)
  • Carnaval (24/2/20, segunda-feira)
  • Carnaval (25/2/20, terça-feira)
  • Paixão de Cristo (10/4/20, sexta-feira)
  • Tiradentes (21/4/20 terça-feira)
  • Dia do Trabalhador (1/5/20, sexta-feira)
  • Corpus Christi (11/6/20, quinta-feira)
  • Independência do Brasil (7/9/20, segunda-feira)
  • Nossa Sr.a Aparecida - Padroeira do Brasil (12/10/20, segunda-feira)
  • Finados (2/11/20, segunda-feira)
  • Proclamação da República (15/11/20 domingo)
  • Natal (25/12/20 sexta-feira)

O seu Jair não quer que o povo descanse e se divirta! E tudo para agradar os grandes empresários.

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre gerais:

Mais recentes do site: