Docente escreve uma irônica Carta Aberta ao ministro da Educação! Leia...

 Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil. Para efeito de ilustrar ideia do texto, a imagem foi invertida verticalmente..
Abraham Weintraub, ministro da Educação. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil. Para efeito de ilustrar ideia do texto, a imagem foi invertida verticalmente..

"O MEC não condiz com sua baixeza intelectual"

Categoria: Educação | A professora mineira Fátima N de Sampaio nos enviou a Carta Aberta abaixo, que publicamos na íntegra. Bastante irônico, texto é endereçado ao ministro da Educação — Abraham Weintraub.

Leia!

Excelentíssimo Senhor ministro da Educação:

Não se ofenda com essa indagação preliminar: o senhor usa algum tipo de medicamento ou substância qualquer que o deixa assim tão maluco? 

Se não usa, é pior ainda, pois vive no 'normal' a cometer sandices, como por exemplo cortar verbas de escolas e universidades públicas, que já vivem quase sem recurso nenhum.

Aliás, sobre maluquices, o senhor me lembra aquele personagem do Ziraldo — O Menino Maluquinho. Só que, ao contrário dele, o senhor não tem graça nenhuma. Continua, após o anúncio.

Voltando ao corte de recursos, onde já se viu um ministro da Educação que não sabe sequer porcentagem básica? De onde o senhor tirou a ideia de que 30% é o mesmo que 3,5%? O senhor algum dia já estudou pelo menos a tabuada? Parece que não.

E que autor doido é esse chamado Kafta que o senhor disse que leu? Parece que o senhor, em vez de ler O processo — do Kafka, fez foi comer uma iguaria qualquer na intenção de ler um livro. Por isso é que está com o cérebro empanzinado. 

Senhor ministro, mudando de assunto, eu li pela mídia que Vossa Excelência quer obrigar os professores brasileiros a fazer 'testes periódicos' para verificar se são aptos mesmos à sala de aula. Esses testes serão feitos no hospício permanente em que o senhor parece habitar? Cruz credo! Eu não vou fazer. Continua, após o anúncio.

Por fim, senhor ministro, e com todo respeito: o senhor está de cabeça para baixo. Crie juízo e largue o Ministério da Educação. O MEC não condiz com a baixeza intelectual e os estrupícios do senhor.

Passar bem!

Fátima N Sampaio

Belo Horizonte, 9 de maio de 2019

Curta nossa página!

Mais recentes sobre educação: