"A luta fará o piso (12,84%) do Magistério ser cumprido!"

Educação | "É preciso deixar o pessimismo de lado, levantar a cabeça e falar alto com prefeitos e governadores."

Imagem: aplicativo Canva.
Imagem: aplicativo Canva.

BLOG DO POVO | O ministro da Educação Abraham Weintraub confirmou ontem (7), na rádio da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), o reajuste de 12,84% no piso do magistério. Dinheiro é para cair na conta dos educadores de estados e municípios já neste mês de janeiro. 

No entanto, muitos gestores fazem todo tipo de malabarismos para não pagar. Por conta disso, a professora paulista Aldenora Moreira nos enviou mensagem onde mostra qual é a verdadeira lei que, segundo ela, fará o piso ser cumprido. E não é a 11.738/2008, que instituiu o piso. É outra. Veja, após o anúncio.

Leia também:

Diz a professora:

"O ministro já confirmou o reajuste de 12,84% do nosso piso. Percentual está de acordo com a lei 11.738/2008 e outras portarias do próprio governo federal. Mas a gente sabe que as nossas "belas" autoridades vão botar banca para pagar. Por isso, temos que nos organizar para exigir o que é nosso e pôr em prática a lei que eles entendem. É preciso deixar o pessimismo de lado, levantar a cabeça e falar alto contra prefeitos e governadores. Se necessário, vamos seguir o que diz o sindicato da educação do Piauí:

A Greve Geral Nacional da Educação no início do ano letivo de 2020 não está descartada, estamos atentos e mobilizados, prontos para defender com unhas e dentes os nossos direitos, partindo para o embate franco contra estes gestores públicos e suas hordas nefastas para a classe trabalhadora e para a educação pública.

Esta é a verdadeira lei que eles entendem e é a que garante o cumprimento do nosso piso.

São Paulo, 8 de janeiro de 2020, degustando uma cervejinha num barzinho aqui perto de casa. 

Abraços, 

Aldenora Moreira 

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre Educação:

Mais recentes do site: