Caiu | Trabalho aos domingos é chamado de "contrabando legislativo" e "jabuti" e é derrubado no Senado! Veja...

Senador Humberto Costa (PT-PE) foi um dos parlamentares  que ficou contra a instituição de trabalho aos domingos. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.
Senador Humberto Costa (PT-PE) foi um dos parlamentares que ficou contra a instituição de trabalho aos domingos. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Medida, chamada de "jabuti" e "contrabando legislativo", foi retirada da MP 881/2019, chamada de MP da "Liberdade Econômica".

Categoria: ECONOMIA | O Senado aprovou ontem (21) a Medida Provisória 881/2019, conhecida como MP da Liberdade Econômica. O texto, polêmico, concebia os domingos como um dia normal de trabalho, algo que foi rejeitado por senadores de oposição ao governo Bolsonaro e retirado da proposta.

"Jabuti"

Para o senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, trabalho aos domingos incluído na MP — como queriam o governo e seus aliados no Congresso — é um "jabuti", isto é, um tema estranho em medidas provisórias. Ver fala após o anúncio.

Disse o senador petista:

— É um jabuti. Eu quero saber o que isso tem a ver com liberdade econômica e com empreendedorismo, quando, na verdade, se está retirando mais um dos poucos direitos que restam ao trabalhador.

"Contrabando Legislativo"

"Renan Calheiros (MDB-AL) e Fabiano Contarato (Rede-ES) também criticaram a inclusão de matérias estranhas à medida. Contarato chamou as mudanças de "contrabando legislativo". Ele foi o autor da questão de ordem para que o trabalho aos domingos fosse retirado do texto pela Presidência da Casa."

Com informações de: Senado Notícias

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes: