Dupla-face | Moro acusou e julgou ao mesmo tempo! Deveria estar preso preventivamente! Veja...

Moro cumpriu papel de juiz e acusador. Passou por cima de todas as leis do país.
Moro cumpriu papel de juiz e acusador. Passou por cima de todas as leis do país.

Prisão preventiva impede que mais crimes aconteçam

Categoria: Política | Novas e gravíssimas revelações feitas ontem (14) pelo site Intercept Brasil revelam mais uma vez ao mundo a imparcialidade do ex-juiz Sérgio Moro no julgamento e condenação de Lula. Moro cumpriu duplo papel no processo. Pelo que fez de errado, já deveria estar preso preventivamente. É o que dizem vários juristas, conforme se vê mais abaixo.

Dupla face

"Moro cumpriu duas tarefas, por fora de todas as leis: acusou e julgou ao mesmo tempo. Para tanto, contou com a não menos escandalosa cumplicidade de Deltan Dallagnol, Carlos Fernando e outros agentes da Lava-Jato. Deveria ser preso preventivamente, para evitar que contamine investigações sobre os crimes cometidos", diz a estudante de direito Sâmia Arraes, do Rio de Janeiro. Continua, após anúncio.

Mas não apenas estudantes de Direito condenam o duplo e criminoso papel exercido por Sérgio Moro no caso Lula. Veja o que diz Conrado Hübner Mendes, doutor em Direito e professor da USP: "Houve corrupção de funções no maior processo de combate à corrupção da história do país."

OAB pede afastamento

A Ordem dos Advogados do Brasil também já se manifestou em relação aos escândalos divulgados pelo Intercept. Em Nota Pública, a Ordem decidiu por unanimidade entre seus pares que Moro já deveria no mínimo ter sido afastado do Ministério da Justiça. Editoriais da Veja, Estadão e de importantes veículos da mídia internacional também já se pronunciaram  no mesmo sentido.

Mais recentes: