Teatro | Veja como será a encenação de Bolsonaro para levar Moro à final da Copa América! Veja...

Arte: Gazeta do Povão
Arte: Gazeta do Povão

Categoria: POLÍTICA | O presidente Bolsonaro está armando um teatro no final da Copa América (Brasil X Peru) para tentar provar que as popularidades dele e de Sérgio Moro estão boas, embora todas as recentes pesquisas mostrem o oposto. A encenação no Maracanã se dará através dos elementos que vamos mostrar a seguir.

O elemento número um é o perfil econômico dos que vão ao jogo. Com ingressos que variam de R$ 200,00 a perto de R$ 900,oo, partida só será vista de perto por gente da classe média para cima. Segundo o site superesportes, cambistas vendem bilhetes a mais de dois mil reais. Continua, após o anúncio.

Publicidade

Esse público de elite, naturalmente, tem boa tendência de aplaudir Sérgio Moro e Bolsonaro no estádio. A Lava Jato sempre teve mais aceitação entre os mais endinheirados. E, segundo pesquisa publicada ontem pelo Datafolha, o maior apoio ao ex-juiz vem dos que ganham acima de 10 salários mínimos. Mesma pesquisa diz que 60% dos que ganham até dois salários rejeitam a conduta de Moro. Essa maioria, por razões óbvias, não estará no estádio.

O segundo elemento é a cidade e o Estado onde o jogo será realizado. O Rio de Janeiro é a terra dos Bolsonaros. É nela que o capitão ganhou vários mandatos parlamentares e dois dos seus filhos (Flávio e Carlos) idem. Nas eleições de 2018, o capitão e Flávio tiveram expressivas votações no lugar onde estar o estádio de futebol mais famoso do Brasil. E o Rio é também forte reduto de milicianos, a maioria composta por seguidores do clã do presidente. Muitos estarão no estádio para aplaudir o chefe. Continua, após o anúncio.

O terceiro elemento — comum em encenações para dar impressão de apoio popular a políticos corruptos — é o uso de claques fabricadas para bater palmas à dupla Jair-Moro. Bem posicionadas em pontos estratégicos do estádio, elas tentarão dar a impressão de que o presidente e o ex-juiz estão sendo ovacionados em todo o Maracanã.

Para finalizar a farsa, setores da imprensa golpista — em particular a Rede Globo — farão edições de imagens que mostrem o carinho fictício do povo a Bolsonaro e Sérgio Moro. O ruim do teatro é que os organizadores sabem que é só um teatro mesmo. É só aguardar.

Mais recentes: