Salário mínimo, de acordo com a Constituição, deveria ser R$ 4.342,57, mostra Dieese!

Dinheiro | Cálculo é feito com base na cesta básica mais cara do País.

Foto: Câmara dos Deputados
Foto: Câmara dos Deputados

BLOG DO POVO | O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) divulgou seu balanço mensal para o último mês de 2019 e mostra que o salário mínimo nacional deveria ser R$ 4.342,57. Este valor é mais de quatro vezes maior que os R$ 1.039 decretados por Bolsonaro para 2020. Mínimo ficou abaixo da inflaçãoO DIEESE faz suas projeções a partir do custo da cesta básica e do que reza a Constituição Federal de 1988. Continua, após o anúncio.

Preços nas feiras e mercados públicos estão cada vez mais caros. Foto: arquivos Webnode.
Preços nas feiras e mercados públicos estão cada vez mais caros. Foto: arquivos Webnode.

Relata o DIEESE:

"Entre novembro e dezembro de 2019, o valor da cesta subiu em todas as cidades, com destaque para Goiânia (13,64%), Rio de Janeiro (13,51%) e Belo Horizonte (13,04%). 

Em dezembro de 2019, o maior custo do conjunto de bens alimentícios básicos foi apurado no Rio de Janeiro (R$ 516,91), seguido por Florianópolis (R$ 511,70) e São Paulo (R$ 506,50). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 351,97), Salvador (R$ 360,51) e João Pessoa (R$ 373,56). 

Com base na cesta mais cara, que, em dezembro, foi a do Rio de Janeiro, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em dezembro de 2019, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 4.342,57." 

COMPARTILHE!

Acompanhe nossas redes sociais e receba atualizações sobre este e outros temas!

Mais recentes sobre dinheiro:

Mais recentes do site: